Loreena McKennitt - Dante's Prayer

quarta-feira, agosto 17, 2005

Os Esquilos de Yardley





Costumava visitar profissionalmente o National Exhibition Centre (NEC), situado nos arredores de Birmingham (UK), para assistir, talvez à mais importante Feira do Reino Unido, a International Spring Fair, que se realiza anualmente nos primeiros e gélidos dias de Fevereiro, a meio do rigoroso Inverno britânico.

Alojava-me na Central Guest House, em Yardley, uma pequena cidade ou pitoresca vila tradicional inglesa, a poucos quilómetros do centro de Birmingham. Michael e Marlene, um simpático e simples casal, são os seus proprietários.

Michael trabalhava como técnico de manutenção de ar condicionado, numa conhecida marca de viaturas alemã, a alguns quilómetros dali. Sem qualquer folga semanal. Penso que seria para amealhar algumas libras, para ir com a sua Marlene, visitar os quatro cantos do Mundo, durante as três semanas de férias anuais. Da última vez que lá estive, em 1998, tinham marcado férias para a Grécia.

A casa, uma moradia tradicional inglesa, com rés-do-chão e primeiro andar e uma meia dúzia de quartos, incluindo o do casal, como se poderá ver a sua frente no lado esquerdo da fotografia acima inserida, era e, penso que ainda será, bastante acolhedora. Muito bem concebida para o conforto dos seus utentes. A entrada, como se vê na foto, é como que uma antecâmara para quem chegue vindo do frio ou para quem saia na sua direcção. Após a passagem por esta dependência encontra-se a porta principal de acesso à moradia. Do lado direito o quarto do casal de proprietários. Em frente, uma simples mas acolhedora sala de estar, onde Marlene e Michael, fazem os seus longos serões, vendo televisão e degustando, a maioria das vezes, um adocicado vinho alemão e uns petiscos preparados por Michael. Sempre acompanhado pela doce Susie, uma simpática caniche negra.

No compartimento seguinte, de igual modo muito simples, situa-se a sala onde os hóspedes tomam o tradicional “english breakfast”. Esta divisão da casa tem portas envidraçadas, que dão acesso a um jardim com algumas árvores, plantas e relva bem cuidada. Como usual nas moradias britânicas, no jardim, por entre as arvores, estão presos uns cabos e nos troncos alguns recipientes com alimento e água para os engraçados esquilos e demais bicharada.

Junto da porta de entrada do “breakfast room” uma minúscula cozinha onde o casal confecciona as suas refeições e prepara os pequenos-almoços para os hóspedes. Ao lado da pequena cozinha, uma escada estreita em “caracol” que dá acesso ao primeiro andar. Cinco quartos para os hospedes. Os quartos são amplos e acolhedores. Muito bem cuidados e duma limpeza irrepreensível. As vidraças duplas das janelas estão sempre brilhantes. Cheguei a ficar no do lado esquerdo como se vê na imagem, situado na frente da casa, de onde se avista a movimentada Conventry Road. Outras vezes ficava noutro do lado oposto, com janelas para as traseiras, de onde se vê o quintal e as brincadeiras dos esquilos e, mais adiante, o pequeno cemitério de Yardley.

O contrato era alojamento e pequeno-almoço e quanto substancial ele era. O Michael quando regressava ou antes de ir para a fabrica ajudava bastante a Marlene. Ao pequeno-almoço empanturravam-me, é o termo, mas desta última vez, agradeci e recusei aquele autentico banquete matinal por causa dos meus problemas cardio-respiratorios.

Mas à noite, quando regressava do NEC, não resistia. Ia para o meu quarto, organizava os meus catálogos e descansava um pouco. A maior parte das vezes adormecia. O Michael ou a Marlene, gritavam cá de baixo “Fernando!”. Tomava um duche rápido e descia. Era o costume. Eles nunca me permitiram que fosse comer fora. Ia para a sala de estar. A Susie vinha logo postar-se no meu colo. Daí a pouco, entrava o Michael com uma garrafa de vinho gelado alemão e um tabuleiro com pratos contendo os petiscos que ele tinha preparado. Adeus dieta! Era comer, beber, conversar, até ficarmos com a voz empastelada pela bebida e só depois íamos descansar.

Num desses fins de tarde, depois de organizada a papelada trazida da Feira, estando no quarto das traseiras, postei-me à janela, já com o lusco-fusco a inundar Yardley observando o bucólico nocturno do local. O meu olhar deteve-se em dois pequenos seres que se movimentavam graciosamente. Era um casal de esquilos. Embevecido, observei as doces carícias trocadas entre eles e as suas corridinhas sobre os cabos, cauda garbosamente erguida, como um belo estandarte.

Lancelot e Guinevere. Baptizei-os de imediato. Despedi-me silenciosamente daquele casal de amantes e estiracei-me sobre a cama.



Se tem interesse em saber como termina este conto, clique aqui.

E... Se considerar que o deve fazer, no final, feche a janela do link e comente.

Comentários Alternativos - Haloscan:

|


Comments:
gosto da magia e do imponderável dos sonhos (a dormir e acordada) Bjs e ;)
 
Já pensaste em publicar todos estes episódios retratados em torno das figuras da lenda do Rei Artur? São mágicos...
 
Amigo Fernando, desculpe-me a ausência dos últimos dias... estive aproveitando as férias do meu filho para estar mais tempo com ele e com sua irmazinha, mas já estou de volta a este nosso mundo.
Deixo-te muitos beijos e sorrisos!
 
Amigo Fernando... li e gostei muito do texto e buscarei, dentro do prazo mais curto, enviar-te a versao em Ingles... estive a ler na pagina do texto completo e nao encontrando um link para comentar ali, fechei a janela e... nao comentei... :O falha imperdoavel... :o)
Nao ha descaracao nenhuma em pedir-me tal ajuda... farei com toda dedicacao, nao duvides... :o)
Deixo-te mais sorrisos!
 
O Micróbio já disse. Assino por baixo! Está magnífico...Beijos
 
Muitos parabens...
Que a sabeduria te guie, a força não te abandone e que a beleza adorne sempre este Blogue!

Um Abraço

Trimegistos
 
Fantástico, adorei.Beijos Fernando
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
bonito conto...e já agora parabéns pelos 13 meses k costuma ser nº de azar mas para mim é nº de sorte e para parece k tmb.
bjux..adorei a musica.
www.versusediversus.blogs .sapo.pt
 
Adorei. Tem magia este conto como só um Merlim verdadeiro sabe fazer ;)
Beijinho grande e uma boa semana para ti amigo.
Vou-te enviar um mail por causa das fotografias do jantar :)
 
Adorei o teu post, tem muita creatividade. tá muito bem.
 
Claro que eu fui ler o resto da estória! Como poderia não o fazer, eu que sou uma apaixonada por Camelot...quer dizer... não posso mentir... não é bonito... a minha paixão é mesmo... Lancelot...

Um texto simplesmente, fabuloso!!

Um abraço terno ;)
 
Uma história encantadora onde a magia, o sonho e a realidade se mesclam. Estes teus contos são dignos de publicação. Bjokas grandes
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

* Apelo para a Humanidade *

* Lista de Subscritores *



Contacta-me:
contacta-me
Fala comigo:
hotmail

Visitantes desde
13/07/2004:

web stats
Blogarama - The Blog Directory

Arquivos
  • Julho 2004
  • Agosto 2004
  • Setembro 2004
  • Outubro 2004
  • Novembro 2004
  • Dezembro 2004
  • Janeiro 2005
  • Fevereiro 2005
  • Março 2005
  • Abril 2005
  • Maio 2005
  • Junho 2005
  • Julho 2005
  • Agosto 2005
  • Setembro 2005
  • Outubro 2005
  • Novembro 2005
  • Dezembro 2005
  • Janeiro 2006
  • Fevereiro 2006
  • Março 2006
  • Abril 2006
  • Maio 2006
  • Junho 2006

  • Entradas Recentes
  • Um Ano e um Mês na Blogosfera
  • Mensagem para Viviene
  • Lendas Arturianas
  • As Rosas de Hiroxima e Nagasaki
  • Eu e a Blogosfera
  • Burbujas de Amor
  • As Fotos de Ognid
  • Vou ser "tri" Avô
  • Nova Imagem
  • Os Girassóis e a Grande Reportagem
  • Sugestão de Visitas

  • Notícias da Amadora
  • Voz das Beiras
  • Voz das Beiras - Blogs
  • Este Blog apoia esta campanha
  • Associação Animal
  • INTERVALO - GRUPO DE TEATRO
  • Os Sítios do Arco-da-Velha
  • PobrezaZero
  • Associação Gaita de Foles
  • Registe o seu e-mail para ser avisado
    dos mais recentes textos deste Blog



    powered by Bloglet


    Linkar este Blog?
    Fraternidade

    Se deseja linkar este blog com esta imagem por favor copie este código




    O meu Amigo muito especial


    Image hosted by Photobucket.com

    Também escrevo aqui:


    Redescobrir
    Joy Division

    15,00 Euros
    Para encomendar clica na imagem

  • Mundo Bizarro

  • Estúdio de Dança

  • Castelo de Thor
  • O Portal da História
  • Round Table
  • Cancro da Mama


  • Free Photo Albums from Bravenet.com
    Free Photo Albums from Bravenet.com

    Estou no Blog.com.pt

    Fases da Lua
     

    velocimetro


    More blogs about lusomerlin.blogspot.com

    eXTReMe Tracker

    Are you talkin' to me?

    BlogRating