Loreena McKennitt - Dante's Prayer

sexta-feira, setembro 10, 2004

Ética, Deontologia e Bom Senso

Aqui, neste Blog, os meus leitores têm encontrado temas variados que vão dos textos de reflexão e intervenção social, à poesia, que, ao fim e ao cabo, não é mais que o expressar de sentimentos internos, motivados pelo nosso estar, perante o mundo exterior.

Nunca, até quando isso era perigoso fazer, me inibi de expressar sob forma oral ou escrita, aquilo que, em consciência, considerava como graves atropelos à Dignidade Humana ou à Ética de procedimentos.

Vem tudo isto a propósito de um assunto, algo delicado, que alguns, talvez apressadamente, venham a classificar de mórbido. Trata-se da questão das Certidões de Óbito.

Quando uma pessoa falece num Hospital, normalmente, o Médico responsável, remete o corpo para os Serviços de Medicina Legal, para que seja efectuada a respectiva autopsia. Assim, os Médicos destes serviços podem determinar com bastante precisão, as causas da morte de determinado indivíduo e, se esses serviços funcionarem de forma correcta, procedem à introdução num banco de dados, de informações preciosas para memória futura. Informações essas que devem ser encaminhadas para os Serviços de Patologia, proporcionando assim uma previsível fonte de Conhecimentos, que talvez venham a salvar muitas Vidas.

A maior parte dos familiares, faz todos os possíveis e impossíveis, para que os seus mortos não sejam submetidos a uma autopsia. Muitos, arreigados a conceitos conservadores, entendem que se está a perturbar o "caminho" daqueles que partiram. Outros, pura e simplesmente, porque querem livrar-se de uma "coisa" incomoda, que são os restos mortais dos seus entes, queridos ou não...

Mas existem outros casos, digamos, delicados, que eu não tenho conhecimento que tenham sido abordados, especialmente pelos meios de comunicação social. São, por exemplo, os casos das pessoas, que falecem nas suas residências.

Pelo que me é dado conhecer, a maior parte das pessoas que falecem em casa, são indivíduos de idade avançada, que vivem sozinhos, ou com os cônjuges, de um modo geral também da mesma faixa etária.

Pelo que eu tenho constatado, é prática corrente dos familiares dos falecidos, contactarem os Médicos assistentes destes e solicitarem-lhes a passagem da respectiva Certidão de Óbito. De igual modo, é usual, os familiares contactarem os serviços de uma funerária, encarregando-se esta, de contactar um médico das suas relações para a emissão do citado documento.

Já coloquei esta questão a uma Médica minha Amiga e colega num Curso que frequento. Disse-me que, quando um Médico segue um doente com regularidade, estando portanto na posse de todo o seu historial clinico, não é de surpreender que emita uma Certidão de Óbito em consciência, mesmo contactado telefonicamente, não ferindo assim a sua ética ou deontologia profissional.

E aqui entra a questão do bom senso. Um doente quando vive acompanhado, pode ser vitima de uma sobre dosagem dos medicamentos prescritos. Por erro do próprio doente ou de quem o acompanha, neste caso de um familiar, por exemplo.

Ora esses erros tanto podem verificar-se por negligência do próprio doente, ou por erro do familiar ou da pessoa encarregada da administração dos farmacos.

Mas ainda podem ocorrer situações mais graves. Como a do suicídio ou a do homicídio. Com ou sem farmacos.

Se o falecido é enterrado ou fica em jazigo, em qualquer altura, face a uma qualquer desconfiança, o corpo poderá ser exumado e fazerem-se os respectivos exames de Medicina Legal.

E quando é cremado?. Sendo essa ou não a vontade do falecido em Vida, como é que se podem dissipar as suspeitas?.

Não pretendo com o teor deste texto fazer juízos de intenção. Nem por em causa a maioria da Classe Médica, que muito respeito, conforme deixei expresso em alguns textos anteriores. Mas há, como em todas as profissões, Profissionais e profissionais.

Termino, deixando um apelo à reflexão sobre um assunto tão delicado como este, especialmente à Ordem dos Médicos e à Ordem dos Advogados. Mas também a todos vós, que tiveram a paciência de ler este texto, peço que expressem a vossa opinião.

Comentários Alternativos - Haloscan:

|


Comments:
Um tema delicado.
Ainda existem muitas pessoas que perspectivam uma autópsia como algo a fazer apenas na absoluta necessidade...sim, isso terá certamente a ver com um medo inconsciente de interferir com o destino da alma, proveniente dos tempos mais místicos da nossa história. Outro motivo é a classificação destas operações como grotescas, ou mesmo violadoras da dignidade (este sentimento predomina nas faixas etárias mais elevadas).
Agora que já fiz uma análise "sociológica", cinjo-me ao assunto do post em si...a verdade é que o nosso sistema de saúde está sobrecarregado, e as pessoas (nomeadamente alguns dos médicos) não estão para perder tempo com "ninharias". claro que isso dá hipótese a pesadelos como os que referiste...embora nunca se pense (digo eu) nesse lado da negligência médica (porque é do que se trata, ou não?)
 
Sua posição é bastante sóbria. Para pessoas que procuram agir corretamente em todas as circunstâncias, e para quem uma tentativa de assassinato só acontece em filmes, fica difícil aceitar esses cuidados como necessários. Mas é fato que existe necessidade de critérios específicos para evitar a impunidade dos que fogem à regra da humanidade.
Cathy - bailar das letras
 
Há de fato pessoas e pessoas.. profissionais e profissionais. Boa reflexão nos deste!
beijão!
 
Vida é algo indiscutível como existência, tão subtil quanto palpável e o seu valor, como produto do creado, é indizível.
Mas incutir valores, na actual sociedade, parece ser algo perdido no tempo... e entender, sentir dentro de si, o valor de toda a Vida, parece ser cada vez mais utópico e distante.
Talvez devido a esta postura mundialmente social, se esfumem e descuidem cada vez mais os critérios protectores e defensivos da Vida.
Talvez devido à constante invasão da morte em nossas casas, através dos meios de comunicação social,tenhamos deixado toldar nosso coração. Diariamente nos servem morte às refeições e colocam em destaque como amarrotar Vida. Talvez esta constante visita tenha contribuido para banalizar os nossos conceitos e valores e tenha retirado a nobreza da Vida.
Só quando a Morte bate à nossa porta, levando-nos um ente querido, ou um amigo chegado, é que nos tocamos e damos peso à Vida.
Posto isto, não é de espantar a falta de critérios, a falta de ética, a falta de sensibilidade... Não é de admirar o progressivo egocentrismo social, a falsa defesa dos direitos humanos, a supremacia do poder e isenção de responsabilidade sobre o valor da Vida.
Estranho é, que estejamos falando, agindo e vivendo, como se não fossemos ser humanos, todos nós habitados por Vida.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

* Apelo para a Humanidade *

* Lista de Subscritores *



Contacta-me:
contacta-me
Fala comigo:
hotmail

Visitantes desde
13/07/2004:

web stats
Blogarama - The Blog Directory

Arquivos
  • Julho 2004
  • Agosto 2004
  • Setembro 2004
  • Outubro 2004
  • Novembro 2004
  • Dezembro 2004
  • Janeiro 2005
  • Fevereiro 2005
  • Março 2005
  • Abril 2005
  • Maio 2005
  • Junho 2005
  • Julho 2005
  • Agosto 2005
  • Setembro 2005
  • Outubro 2005
  • Novembro 2005
  • Dezembro 2005
  • Janeiro 2006
  • Fevereiro 2006
  • Março 2006
  • Abril 2006
  • Maio 2006
  • Junho 2006

  • Entradas Recentes
  • Amanhã é sexta-feira
  • Para o Recife, com Fraternidade
  • Dois Barcos Dois Destinos
  • Reverência ao Destino
  • Saber Amar é Arte
  • Fragância do Norte
  • Women on Waves - Abaixo-Assinado Censurado
  • Do Alto da Minha Janela
  • Um Sonho Freudiano
  • Ser Poeta
  • Sugestão de Visitas

  • Notícias da Amadora
  • Voz das Beiras
  • Voz das Beiras - Blogs
  • Este Blog apoia esta campanha
  • Associação Animal
  • INTERVALO - GRUPO DE TEATRO
  • Os Sítios do Arco-da-Velha
  • PobrezaZero
  • Associação Gaita de Foles
  • Registe o seu e-mail para ser avisado
    dos mais recentes textos deste Blog



    powered by Bloglet


    Linkar este Blog?
    Fraternidade

    Se deseja linkar este blog com esta imagem por favor copie este código




    O meu Amigo muito especial


    Image hosted by Photobucket.com

    Também escrevo aqui:


    Redescobrir
    Joy Division

    15,00 Euros
    Para encomendar clica na imagem

  • Mundo Bizarro

  • Estúdio de Dança

  • Castelo de Thor
  • O Portal da História
  • Round Table
  • Cancro da Mama


  • Free Photo Albums from Bravenet.com
    Free Photo Albums from Bravenet.com

    Estou no Blog.com.pt

    Fases da Lua
     

    velocimetro


    More blogs about lusomerlin.blogspot.com

    eXTReMe Tracker

    Are you talkin' to me?

    BlogRating